terça-feira, 14 de dezembro de 2010

14/12/2010

Eu estava no hospital de mortos, eles eram reais e ruins, ódio nos olhos e maldade no coração, rostos desfigurados. Mas, no meio deles havia uma mulher, com os mesmos aspectos, com uma diferença, eu pude sentir a bondade dentro de seu coração, que o ódio sufocara. Ela gritava, pois queria se libertar.
Fui em sua direção, ela olhou firmemente para mim e pegando na minha mão, entrelaçou seus dedos enrugados com os meus. Mulher nova- velha, o curto tempo fez sua vaidade morrer.
Ela então, por um momento tentou me por em seu lugar, matando-me, foi quando com dedos entrelaçados eu rezei "Pai nosso que estais no céu...", seus dedos foram apertando, esmagando os meus, com força, o rosto mudava, enquanto ela gritava, agora sentada em meu colo, como um bebê que busca proteção. Uma lágrima rolou dos olhos negros de ódio...
Enquanto eu rezava "Ave Maria, cheia de graça..."
Foi quando ela deu um último suspiro, e deixou aquele corpo enrugado. Eu pude ver sua alma se libertar, voava como vento leve...
Enfim em PAZ!


"Agora me sinto estranha, como se realmente tivesse acontecido..."

domingo, 12 de dezembro de 2010

Espero morta, encontrar alguém vivo. E renascer.

Enquanto vidas se fazem em vão, eu continuo aqui na contra mão, sem procurar, querendo encontrar, uma luz nessa escuridão. E é tão estranho tantas almas perdidas, e tudo depender de sintonia e um coração, e por fim, tudo mudar, e eu enfim, descansar.


Vou continuar rimando, até quando completarem a última rima por mim...

sábado, 27 de novembro de 2010

Rosas para o mundo.



Eu vou dar rosas para o mundo, porque junto delas estará a minha melhor intenção.

Chorão já dizia: "O mundo explodiu lá fora, a vida não é mais como devia ser." E realmente, nada parece estar certo. Estamos sempre em guerra por paz, como poderemos ter paz causando guerras? Não há sentido nisso. O problema é que muitos não pensam no próximo. Muitos são os ricos, hipócritas da sociedade, os que vivem no luxo e esquecem de quem vive no lixo. Por quê as pessoas querem ser assim?
Há várias perguntas que não se calam. É revoltante viver em pleno século XXI, com tanta tecnologia, e isso só servir para espalhar o mal. 
Talvez o ser humano seja de fato, uma besta. Geradores do caos, morte e desamor.
O inferno não é aqui, mas, a terra da mentira, da falsa paz, da destruição é aqui sim. E não há mais tempo para reverter todo o estrago, agora é esperar as consequências e sofrer com elas.
"O Rio de Janeiro continua lindo...", talvez até continuaria, se nós não exisistissemos para acabar com toda essa beleza.
De uma coisa eu sei: aonde não existe paz, não existe amor.
Até onde vai chegar tanta maldade humana?
Agora não discuto mais sobre o mundo com o próprio mundo, ele nunca me diz o certo. Discuto sobre o mundo com quem o criou.

"Eu escuto música e sou louca, eles constróem bombas e são normais."
 

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Sobre minha ausência no blog.

Não sei se alguém ainda passa por aqui, mas, deixei de postar pois me rendi ao Tumblr, haha. Lá tem os textos novos e etc. Mas resolvi atualizar os dois agora. Quem tiver um tumblr, siga lá: http://gabsmoon.tumblr.com/

Estou de volta ao mundo blogueiro.

Tristeza não tem título.

O peso de ser alguém dói. A cruz de cada um. As batalhas travadas. A incerteza de viver. Dói. Como me dói.
Pensar me destrói, sentir me reconstrói. 
Tristeza me faz rimar, cantar, inventar... Amor, dor, lembranças. Do que não importa mais.
Não é passado de amor, é passado de vida. De tantas que já fui, de tudo que já fiz.
E eu só queria entender, porque é que tristeza faz a gente querer transparecer o melhor de nós, afim de que alguém consiga entender, e então, te admirar...

E como dói, me dói, apenas dói.

Congelada.



Pois todas as partes de mim estão espalhadas com aqueles que um dia levaram tudo o que eu tinha...
O que restou é um esboço, de quem já foi feliz, à um bom tempo atrás. E agora, nada satisfaz. 
Não, não mais...

Sou o peso do passado, a incerteza do presente, o medo do futuro.

domingo, 22 de agosto de 2010

E não há escuridão que ofusque o brilho de uma lua...


Por mais que estivesse em noites escuras, e sem as estrelas para brilhar junto dela, no fundo, sempre soube que brilhava com ou sem estrelas ou um céu mais claro. Mesmo se o sol não mais aparecesse, mesmo sem o eclipse, apesar de tudo, ela sempre estaria ali, intacta, com seus mistérios e sua solidão, com o seu brilho e o seu encanto, esperando por noites melhores.

Essa é a lua e suas eternas fases. Esta sou eu.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Uma hora vai passar.





Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar ao menos mande notícias
Cê acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar
Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia
E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu.

... Eu não ficaria bem na sua estante!

sábado, 31 de julho de 2010

A primeira vez de uma mulher.


Hoje, estava eu, meu banheiro, e nossa intimidade. Fui até o espelho, fiquei parada no tempo, pensando. Quando então "despertei" e vi um batom vermelho, desses como o da foto, que logo te lembram sensualidade e etc. Pois bem, imediatamente me veio à cabeça a minha primeira vez. Não, ainda não estou falando sobre sexo. Lembrei-me da primeira vez em que usei um batom vermelho, eu deveria ter 12 anos, e foi engraçado lembrar disso. Logo após essa lembrança, me veio outra: a primeira vez que beijei um garoto. Aquela sensação de uma nova descoberta causa tanto medo, frio na barriga, e sim, as pernas realmente tremem. Engraçado, não?! Não. Pelo menos não tanto, porquê as minhas pernas doíam depois.
 Meu cerébro não parava de processar idéias e lembranças diante daquele espelho e do batom vermelho. 
Bom, depois do beijo, já se pode imaginar o que pensei né?! Finalmente: lembrei da minha primeira vez. Sem mais. Varias sensações, uma descoberta muito maior, talvez a mais profunda de todas. E sim, dói. 
Logo após essa lembrança, me lembrei por fim, de uma que eu particularmente acho a mais engraçada: a primeira vez em que uma mulher se depila. É um tal de ai ai pra lá ai ai pra cá, e à cada puxada pensamos: "Ufa! ainda estou viva." 

É engraçado como somente as mulheres sofrem nas primeiras vezes de certas coisas. E até penso depois de tantas lembranças, que são esses pequenos detalhes que fazem uma grande mulher!

domingo, 25 de julho de 2010

Never gonna be alone.

O tempo está passando
Muito mais rápido do que eu
E eu estou começando a me arrepender de não passá-lo com você
Agora eu estou imaginando porque deixei isso preso dentro de mim
Então, estou começando a me arrepender de não ter dito tudo para você
Então, se eu ainda não o fiz, tenho que deixar você saber

Você nunca vai estar sozinho
De agora em diante
Mesmo que você pense em desistir
Não vou deixá-lo cair
Você nunca vai estar sozinho
Vou te abraçar até a dor passar...

E agora, enquanto eu puder
Estarei te segurando com ambas as mãos
Pois sempre acreditei
Que não há nada que eu precise a não ser você

Quando toda a esperança se for
Eu sei que você pode continuar
Vamos ver o mundo sozinhos
Vou te abraçar até a dor passar

You're never gonna be alone
From this moment on.


quinta-feira, 22 de julho de 2010

(07/05/2010)




                  "Eu sei que é pra sempre, enquanto durar."



São 106 dias, e nos vimos 5 vezes...
Eu poderia simplismente estar vivendo a minha vida, e esperando pela proxima vez em que você voltaria, sem um laço tão forte como este que hoje temos, mas não, eu quero você por inteiro, e me doarei inteiramente, mesmo que não há nada que prove o que somos, mas somos o que sentimos, e isso parece ser maior no momento.
São 2.544 horas, e 5 vezes que nos sentimos...
Se fecho os olhos, sinto com exatidão, o gosto e a sensação do nosso primeiro beijo. Começou com uma brincadeira, eu ameacei morder o seu pescoço, e você duvidou, você deveria saber que eu odeio quando duvidam de mim, e então... aconteceu!
São 6.360 minutos, e 5 vezes que nos olhamos...
Eu sei porquê insisto em deitar do seu lado, e ficar te olhando por alguns minutos sem dizer nada. É pelo simples fato de que, a sua presença faz com que eu sinta várias coisas ao mesmo tempo, depois desses dias, horas e minutos todos, você ainda me faz tremer, e ficar sem muito à dizer, quando o assunto é sobre nós. O teu jeito questionador, o teu silêncio em algumas conversas, a sua personalidade forte e a sua mente confusa, tudo isso, me faz perceber que eu gosto de você complicado assim.
Eu não sei parar de te olhar, é assim que eu demonstro o que não consigo falar.
São milhões de segundos, e 5 vezes que nos amamos...
E cada segundo tem valido à pena. Eu espero poder contar de novo e por muito tempo os mesmos dias longos até você chegar, e cada segundo, minuto, hora, mês que do seu lado, eu estarei. 



Sempre em frente.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

"Amar é ter um pássaro pousado no dedo. Quem tem um pássaro pousado no dedo sabe que, a qualquer momento, ele pode voar”. - Rubem Alves

Costumamos pensar que o amor e a vida são as nossas únicas certezas, mas, é o contrário, são as maiores incertezas que possuímos.
Como a vida poderia ser uma certeza, se desde que nascemos, estamos sujeitos à morte? Seja como for, viver é um risco, é assim que penso.
E como dizer que o amor é realmente um pássaro que na maioria das vezes acaba voando, sem destruir a ilusão de quem ama? Como eu, que amo tão intensamente. É difícil pensar no fim das coisas, passamos por isso várias vezes em nossas vidas, como aquele primeiro amor que você fez juras eternas, e na primeira pedra no caminho, a eternidade se perdeu e tudo então chegou ao fim, e você chorou, dias e dias, sem saber o que fazer, pensando que nunca mais encontraria alguém que pudesse te fazer sorrir como aquele alguém fazia, mas aí você tem uma nova chance, diante de seus olhos, e então vê que um outro alguém, este novo alguém, te faz sorrir mil vezes mais, que o primeiro amor não significa único, e que um novo amor, sempre pode te fazer ser melhor, isso faz parte do conceito das realidades diferentes, nada nunca será igual, como foi, tudo é diferente, de um jeito melhor, ou pior, isso é relativo.
Mas voltando, as coisas tem um fim, e é bom viver tudo enquanto elas existirem, sem medo, sem pensar no quanto você estará se entregando, sem medo algum, ame mais, ame e seja feliz enquanto puder.
Eu carrego comigo apenas duas certezas nessa vida: tudo vai passar, e confie em si mesmo. Só!

"Muitos destes pássaros eu tinha nos dedos, mas um à um voaram para bem longe, cortando-me os dedos e o coração, mas hoje, tenho novos pássaros e a certeza de que mais dia, menos dia, eles acabarão partindo também, mas deixaram-me os dedos e o coração intacto, dessa vez."



sábado, 17 de julho de 2010

Anjos existem.

"Você mora no meu coraçao.

Serei seu amigo e seu tio para sempre,e tambem teras uma amiga e uma tia para sempre.
E os nossos braços estarao sempre abertos para te aconchegar e a nossa casa estará com todas as portas abertas para voce.
E se tiver que morrer para que voce viva, morrei feliz nunca duvide disso.
Te amamos de verdade e pode contar comigo para o que der e vier."
 
 
- Tio, você é o meu verdadeiro pai, aquele que conforta a minha dor com atenção. O único homem da minha vida. Tia, você tem um lugar só seu no meu coração, é única e especial. Amo vocês.
Desde sempre, para sempre.
 
(Para nunca esquecer, de quem nunca esqueceu de mim.)

Não tenho mais tempo para lágrimas e nem erros, é hora de acordar!

Vejo as pessoas que amam e são amadas, com um sorriso diferente no rosto.

Uma vez me disseram, que quando se ama e também se é amado, ficamos cada vez mais bonitos, pois é a consequência da felicidade, e eu, cada dia que passa, me sinto mais feia.
O amor não tem tempo, mentiras, ou algo forçado, o amor é simples, e não complicado, como vejo hoje. Eu não duvido do amor que sinto, mas duvido que sintam amor por mim.

Não existe desculpas ou meias palavras, ou você ama ou você não ama.

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Se é amor, você verá no amor que você viverá.




Pareço contigo
Normal e do avesso
Vamos seguir o caminho seguro
Pra continuarmos assim no futuro
 
Pareço contigo
Sem mais nem porquê
De olhos fechados
Vamos seguir no escuro
Sonhando acordados
Pra nunca deixar nossa luz se apagar

A gente se parece tanto
A gente está só começando
A gente vai se conhecendo
E vê que ainda não sabe nada
A gente só quer ser feliz
Um mundo mais equilibrado
A gente esquece que o amor
É tudo e não nos cobra nada

Amore mio è la forza della vita.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

O mais verdadeiro possível.

Lembro de tudo como se fosse ontem, cada detalhe, momento, cena. A verdade é que eu nunca consigo esquecer, assim como não consigo deixar de gostar.
É real, verdadeiro, e eu vou lutar por nós.
A nossa frase não mudou e não perdeu o sentido para mim, a felicidade é sim o nosso destino!
Nunca esqueça que estou sempre aqui à te esperar, seguirei te amando.
Quero ainda dizer, o que sempre quis dizer com verdade e sentimento total que, você é quem me faz feliz. Então...

Me espera.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

É melhor repensar a vida.

It's time I let you go so I can be free

And live my life how it should be
No matter how hard it is
I'll be fine with out you
Yes I will
Then we really have to go.


Pouca confiança não me satisfaz.

Sozinhos podemos melhorar, e assim sempre será.
Continuarei a viver, respirar, e ser feliz, por mim. Nada é tão ruim, nada é tão certo.
As coisas boas acontecem na vida, quando a gente permite, e eu estou assim, me permitindo, deixando rolar, e com aquela frase de sempre " Tudo é como deve ser ", que seja então, tudo o que eu não quero é chorar mais.
Tudo em mim...




Cresça independente do que aconteça.
 
(Para minha mente cansada, e meu coração machucado, para a minha nova vida, para mim.)

sábado, 3 de julho de 2010

O que a gente pensa da vida quando não se sente mais viva?

Sinto que preciso...

Preciso urgentemente encontrar um novo rumo e seguir em frente, ou seguir talvez já não seja mais suficiente, é preciso correr atrás, lutar por aquilo que se quer, mas como? Eu só sei falar...
Estou me sentindo morta, uma morta viva, uma pessoa que morreu em vida. Cadê a saída?
Passo dias e dias pensando muito e agindo pouco, eu sou de falar não sou de fazer, eu sou de confiar e sou de sofrer, eu sou feita para amar e não para entender...
Em algum momento, acho que me perdi, e nem sei mais quem sou, onde estou, pra onde vou.
Preciso me encontrar, não o meu eu de outro mundo, o eu gente, bicho-homem.
Ver o céu, passar horas estudando, trabalhando, me ocupando com algo que me leve para algum lugar. Quero o meu futuro com 16 anos, eu quero agora.
E eu continuo pensando: estou com muita pressa ou já é chegada à hora?
" - Ei! Estou precisando de alguém.
   - Mas você tem à mim.
   - É a mesma coisa que não ter ninguém.
   - Então você não está precisando de alguém, mas sim, de você mesma.
   - Talvez. Sinto que preciso, preciso urgentemente de um cigarro. "


O valor da vida, o preço do mundo. Viva agora, amanhã será tarde demais!

"Os anjos morrem cedo, eu espero que você saiba disso."

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Me faça escrever mais uma vez, algo para você.


Me faça uma cama de gelo no calor, uma cama de fogo no frio. Me esfrie, me esquente. Me faça um elogio sincero, me diga o quanto sou bonita para você. Me envaideça, idolatre. Me faça carinho, me faça um cafuné. Me agrade, seja carinhoso comigo. Me faça um chá quando eu estiver doente, vele meu sono. Me cuide, procure sempre cuidar de mim. Me faça ficar calma quando eu estiver nervosa, me tranquilize mesmo se tudo estiver por um fio. Me diga palavras serenas, me dê colo se eu precisar chorar. Me faça companhia quando eu me sentir só, me deixe só quando eu não precisar de companhia. Me faça bem, me anime. Me faça uma surpresa em um dia comum, me surpreenda todos os dias com algo. Me traga flores ou chocolate em uma segunda-feira, seja diferente dos outros. Me faça ficar em casa e não ir pra balada, me faça viver e ser livre quando necessário for. Me pergunte com quem vou e quando volto, só não me faça ficar em um casulo, por que eu não ficarei. Me faça sentir seu abraço mesmo quando você não estiver, me faça sentir teu cheiro. Cura a minha saudade, mata a minha vontade. Me faça sentir desejada, me provoque, me beije, aperte, puxe, chupe, morda, faça amor comigo. Me faça mulher -- a sua mulher --, me leve ao céu.
Me faça colocar a cabeça no travesseiro e não conseguir dormir, me faça pensar mais e mais em você. Me faça lembrar dos dias em que passamos juntos, mas volte logo. Me faça calar com um beijo seu, me faça falar o quanto você é meu.
Me faça fechar os olhos, dar as mãos, e dormir com as pernas em cima das suas. Me faça sonhar com você todas as noites.

Me faça escrever um texto pra você, que eu te faço entender o quanto eu quero que você me ame, assim como eu te amo!


"Do sentimento que não para um momento. Do meu coração, do que é nosso."

Selinho

Oba! Ganhei Selinho do blog: gatofans

As regrinhas são:

Dizer 9 coisas sobre mim e mandar pra 9 amigos


9 coisas sobre mim:

1- Sou intensa, simples e um pouco "doida".
2- Paz, amor e liberdade. Essa é a lei da minha vida!
3- Sou apaixonada pela vida, música, amigos, e minha mãe.
4- Minha cor preferida é vermelho.
5- Meus sabores preferidos de sorvete são: chocolate, pistache, limão, maracujá e frutas tropicais.
6- Odeio maldade, injustiça, intriga, e falsidade!
7- Danço e canto que nem louca quando ninguem está vendo.
8- Sou viciada em chocolateeeeeeeeeee (*-*)
9- Amo escrever/ler
10- A palavra amor é o sentido de tudo na minha vida.

Mando selinhos para:


1- gatofans
2- bikelando
3- Nua e Crua
4- As vezes Bahh
5- Obvio e Atual
6- Ao final do inverno
7- Dear Leticia
8- Sv-leia-me
9- Catalepsia Produtiva

segunda-feira, 14 de junho de 2010

" É como se o mundo girasse em alta velocidade, e eu estivesse ali parada, apenas observando..."


Há um eterno laço entre o tempo e a vida. Creio que todos somos feitos de tempo, o tempo da evolução, das descobertas, da mente, dos sentimentos, dos momentos, do silêncio, que nos permitem viver, e principalmente o tempo de se descobrir.


É preciso crescer, evoluir os pensamentos e os conceitos, para ser aceito no mundo e também se aceitar. Existem pessoas que não se importam com a sociedade, com as críticas, usam e abusam da liberdade de expressão, eu também já fui assim, mas no tempo do hoje tenho plena consiência de que fomos feitos sim para vivermos em sociedade, pois quem vive só é incapaz de se descobrir, quem dirá alguém para mostrar quem se é. Se descobrir é o primeiro passo para viver e não apenas existir, alguns precisam se mostrar outros preferem guardar pra si mesmo quem se é, mas o importante é se conhecer.
Há tantos tipos de pessoa no mundo, cada qual com o seu jeito de viver e ser, de ver e mostrar, de ouvir e falar, algumas se descobrem cedo, outras não sabem nem que é preciso se descobrir para ser alguém de verdade, e outras não tem a chance de viver dignamente -- me refiro as pessoas pobres desse nosso país, aquelas que não tem direito nem ao estudo, quem dirá o direito de ler um livro e entender que é necessário saber quem elas são.Poderia muito bem falar sobre a culpa das autoridades a respeito disso, mas não preciso repitir o que todos já sabem. --
Após essa fase de " se descobrir " fica mais fácil entender a pressa do mundo, a vida é algo que passa num piscar de olhos, a tal da magia dos segundos. Portanto, é preciso saber viver!
Você pode estar em qualquer lugar, desde Las Vegas -- a cidade dos games -- à uma aldeia no interior da África do Sul, é certo que em qualquer lugar do mundo você encontrará pessoas que não tem tempo nem para olhar a sua face, se elas precisassem fazer um retrato de seu rosto, com certeza não saberiam. Ei! Você que está se descobrindo agora, não se assuste com o que acabara de ler, é disso para pior.
As pessoas se entregam a uma rotina sem fim, rotina é uma palavra que por si só já dá um certo cansaço espiritual, mental, seja como for, pelo menos eu tenho essa sensação quando leio ou escuto esta palavra. Há quem diga que viver é o mesmo que "andar em círculos", darei um exemplo de um ser humano com uma rotina comum:
- Acordar, estudar/trabalhar, sair, namorar, ter amigos, ouvir e falar, dormir. - Com certeza existem pessoas que fazem coisas mais interessantes e diferentes deste exemplo que eu dei, mas são raras.
Você que é comum como no exemplo estará concordando comigo, mas é preciso descobrir a magia da sua rotina, o que você pode fazer para a sua rotina se tornar interessante, eis a questão e também a resposta...
Acordar de bom humor faz com que o dia fique menos longo e mais interessante, estudar é o caminho para a sabedoria e um futuro digno, trabalhar é a responsabilidade que temos que assumir se quisermos viver bem, mas é importante fazer o que se gosta, tudo quando feito com amor se torna completo e nos traz felicidade, sair é se distrair; extravasar ; se libertar do tédio; é o encontro com a diversão, amar é o que nos faz viver; o amor traz sentido para a vida e nos ensina o que é felicidade, amigos quando verdadeiros, são os alicerces que nos mantém firmes quando desejamos cair, amigos caminham junto a nós e nos fazem bem, ouvir é algo extremamente importante porque adquirimos sabedoria ou passamos adiante, depende da situação, e falar também, expressar sentimentos e aprender o valor da liberdade de expressão é fundamental para que possamos nos descobrir e nos mostrar cada vez mais, e por fim dormir...
São raras as pessoas que sabem o valor da palavra "dormir", dormir é mais que fechar os olhos, é a chance que temos para um recomeço no despertar, é preciso por a cabeça no travisseiro e imaginar uma vida diferente, uma rotina que te satisfaça, um novo despertar. Quando você dorme é a mesma coisa que a sua morte, mas a a unica diferença é que no dia seguinte você pode nascer denovo e viver uma vida nova, ou não, tudo depende da sua escolha.
Esteja aonde estiver, seja como for, permita-se por um tempo olhar para o azul do céu e perguntar quem o nomiou, quem quis que a vida fosse assim, descubra o algo a mais que o céu pode vir a ter para você e o tudo a mais que todas as coisas mais simples e complexas da vida tem.
Assim como somos feitos de tempo, também somos feito de pressa humana, o relógio é assustador para muitas pessoas, mas mais assustador que o relógio são as próprias pessoas, que estão sempre em alta velocidade, elas estão sempre correndo na direção errada, aquela que não tem sentido e valor algum, raras são as pessoas que também tem pressa mas sabem qual é o caminho certo a ser seguido -- Isso me provoca uma sensação de atraso, é como se o mundo girasse em alta velocidade, e eu estivesse ali parada, apenas observando... Sem rumo, sem relógio, sem pressa. --
Vivemos no caos e aprendemos a nos acostumar com isso, fazemos parte de um mundo aonde as perguntas necessárias são caladas pela pressa da humanidade, que em desespero não percebem que o tempo pode ser controlado pela velocidade dos caminhos que percorremos.

Desde quando alguém para pra saber quem você realmente é ou qual é o nome da tua alma? E você se pergunta "porquê" ? É simples: o mundo tem pressa, meu bem.
 
 
 
 

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Eu não sei dizer Adeus. (Mil pedaços)



Um abraço apertado e sem fim. Palavras sem esperança, não são mais aquelas velhas palavras que costumavamos dizer. Um beijo com gosto de Adeus, e lágrimas, lágrimas na voz...

Meu Deus! Por quê é tão complicado amar?
Não é só amar. Amar só é fácil, é não depender de um outro para estar bem, ou mal. Eu queria amar você e queria que você não me amasse, quem sabe assim, eu chorasse por mim, e não por você.
Nada parece estar tão bem, as palavras se repetem, por quê eu ainda insisto em tentar fazer você acreditar?
Não me acostumo com isso. Não sei como pode um alguém dizer sentir, e não acreditar. Estou tentando entender...
Tenho aprendido tanto com você, sobre muitas coisas, você me leva para a vida, a de verdade! Você me leva a verdade, mas parece que eu... Eu não faço isso. Não no seu ver!
Por quê?
Estou cheia de Porquês na cabeça. Eles insistem em me fazer companhia, e eu não gosto disso.
Prefiro o seu sorriso do que o teu silêncio, a tua mão na minha do que solta, teus olhos olhando pra mim do que fechados, sua boca perto da minha do que longe, seu corpo no meu do que à metros de distância, prefiro você em mim. Então me diz, pra quê fugir? Você pode ficar, e quem sabe assim, resolvemos tudo.
Eu já tentei tantas vezes dar certo com alguém, eu juro que tentei. Eu faço o tipo de qualquer cara, porque me moldava para cada um, mas com você não, com você eu sou quem sou e digo a verdade, nada além, e justo você, parece não acreditar. Talvez eu esteja pagando por algum pecado que cometi e fiz o favor de esquecer. 
Eu não vejo saída, não sei o que fazer, acho que não cabe mais à mim. É!
Eu estou em mil pedaços, meu bem. Quando permiti que fizesse isso comigo? Eu acho que; eu sinto, eu sei...
Eu não quero dizer Adeus, -não para você-, EU NÃO SEI DIZER ADEUS!




Aquele abraço não tinha voz, seu nome era silêncio, seu gosto era dor, e seu futuro incerto.
" Ei..."
Virou-se, com um olhar distante e frio.
"Se cuida, fica bem e tenta acreditar."
Fez que sim, entendeu, nada à dizer. Foi embora...
Ela ficou até ele partir, fechou aquele portão e desmoronou, chorou até as lágrimas que não tinha. Pela primeira vez, em sua partida.

Então me abraça forte e me diz o que eu preciso ouvir.

Eu amo você e não vou suportar te ver partir...

"Agora não é saudade o que sinto, é medo, tristeza e amor."

sábado, 29 de maio de 2010

N.a.d.a



Não sinta nada.
Não diga nada.
Não pense em nada.
Hoje é mais um dia em que não se vive, não se deve viver hoje.

"Então, leva meu coração..."

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Quando tá escuro...

E ninguém me vê.

Eu te vejo brilhar.

Hoje eu quero meu cobertor e minha nostalgia. Somente o que preciso para me manter viva, só por hoje.
Preciso lembrar de como a luz dos seus olhos me cegaram, mesmo no escuro, daquela noite.
E eu sei que você é quem me vê brilhar também, quando as luzes se apagam e a cidade adormece, quando o mundo esquece da nossa existência, e nós esquecemos o mundo.
Talvez, eu não devesse falar mais do mesmo, por parecer clichê, mas devo confessar: é maior do que eu. - O sentimento -
Eu pensei tanto em uma hora certa, em um momento, eu idealizei algo que creio eu, foi em vão. Existe algo mais forte, que me fez e faz ir além com você. Somos nós, um feito de dois.
Real, intenso, e inesquecível. Não há mais nada para se dizer, além dessas três palavras.
Eu senti você de uma forma inexplicavel. Não posso e não quero perder isso, não hoje, nem amanhã, odeio dizer essa palavra e você sabe, mas, não quero perder nunca!
Alguém como você me faz sentir coisas que eu não sei explicar, as palavras perdem o sentido, e a voz se cala, só me resta realmente sentir.
Tudo em você parece ser luz, insiste em parecer, e meus olhos, mesmo que por muitas vezes se fechem na sua presença, vêem toda essa luz como uma esperança, uma forma de amor.
Eu amo teus olhos, boca, nariz, a sua branquelice, seu tamanho, suas mãos... Eu amo tudo em você, eu amo você por inteiro.
Hey, não esqueça... "Eu sou sua" .




segunda-feira, 17 de maio de 2010

In the sky ♥



O céu é apenas a cor da vida, que eu preciso viver.

Ela era a vida no céu. Luz dos olhos na Terra. Intensidade dos sentimentos mais reais.

Era de manhã, bem cedo, por volta das 6:00 AM, o dia estava nascendo e o céu se formando...
Aquilo era mágica para os olhos de luz dela, que refletiam o brilho intenso do céu.
Não existia nada no mundo que a encantasse e a envolvesse mais do que a beleza estonteante do céu. Aquele dia se fez azul, mas não era azul anil, como nos dias comuns, o céu se vestiu de azul magia. Ahhh! Aquele dia...
Foi olhando para esse céu, diferente de todos que já vira e se encantasse, foi que lhe questionou:
- Ei céu, você é feliz?
Não obteve resposta, simplismente se fez silêncio. E lá estava ela e o céu, olhavam-se como velhos amigos, mas palavras ou vozes se faziam desnecessárias, sentir bastava.
O que é maior que o céu?
Para ela, nada seria capaz de expressar tanta beleza, amor, e intensidade quanto o céu, de qualquer lugar, em qualquer país, seja de dia ou de noite, em tempo de sol ou de chuva, o céu era apenas a cor da vida, o que precisava para ser feliz .
Ahhh! A vida...
Para a menina intensa dos sentimentos reais, a vida era nada mais que uma pergunta sem resposta, uma estrada sem destino, algo sem fim, mesmo que eles falassem sobre a morte. A morte não põe fim na vida, é o começo dela, em outro lugar.
"Ar, amor, felicidade, paz, harmonia, liberdade, sintonia, realidade, bondade, alegria, intensidade, pessoas, lugares, momentos, sonhos, tempo, pensamentos..." - Tudo o que cabe dentro de um ser -
A vida que vivemos talvez se vá com o vento, no amanhã próximo ou distante, ela disse, talvez.
Sentindo-se mais viva do que nunca, quis questionar a vida:
- Por quê você me faz viver, vida?
Em silêncio, mais uma vez, calara com sua pergunta sem resposta.
No mesmo instante, sentiu em seu rosto um sopro de vento forte, mas não sentiu como uma brisa, foi intenso, real e como forma de carinho, a vida lhe deu uma resposta que só ela foi capaz de entender. Ela sentiu, como sempre.
Para ela, o céu e a vida eram as perguntas sem respostas, melhor dizendo, sem respostas concretas, aquelas que dependem das vozes e de palavras. Toda essa intensidade era surreal, feita para ser sentida, por cada um, e sendo assim, cada resposta seria diferente para quem busca saber.
Ela acredita na vida, no amor, e nos sorrisos. Vê o céu além das cores, ela o sente. Sem limites!
No céu é aonde pode-se ser livre.
Escurecia, a noite chegara sorrateiramente, o azul magia daquele céu único partira, e ela então fechou seus olhos e adormeceu, na esperança de novas cores no próximo amanhecer...

O céu é apenas a cor da vida que TODOS nós precisamos viver!

"Paz, força e coração, vida, amor, libertação..."


Eu não sei parar de te olhar
Não vou parar de te olhar
Eu não me canso de olhar... ♪
(Open your eyes to the sky)


Hoje eu quero sair só.


De pés descalços e coração aberto.

Hoje eu quero paz, poesia e liberdade. Hoje eu quero mais vida, sorrisos e bondade.
Eu vou sair por aí com aquela samba-canção velho, sim, uma menina com trajes masculinos. É previsível que muitos estranhem, mas, o que pode ser mais estranho que esse mundo de loucos? Eu não me importaria, juro.
Quero revirar meu guarda-roupa e jogar todas as peças novas fora, vou sair de moda.
 Quero minha nostalgia intacta, acho que estou precisando abraçar o meu passado.
Vou deixar de lado tudo o que me mantém viva, aquelas coisas que dizemos serem nosso ar. Talvez eu precise parar de respirar para não morrer. É, não faz muito sentido, mas é o que penso.
Hoje eu resolvi jogar as cartas na mesa e virar a mesa, dar as costas, desligar o telefone na cara de alguém. Eu preciso me sentir bem.
Liberdade! Eu preciso disso o tempo todo e ainda não entendo o porquê.
Ontem eu estive atrás das grades, aquelas que eu construi na minha vida, e talvez a falta da luz do dia tenha me feito bem, me esconder do mundo e viver na escuridão sempre me faz abrir os olhos e ser um alguém melhor.
Não me sinto só, morta ou triste. Pode parecer contradição, mas eu juro que não.
Estou bem e segura em meus passos, rumo ao nada, a solidão parece dominar as ruas por onde caminho, mas há luzes na cidade, e elas brilham mais forte quando me vêem passar.
Feel good, Siga em frente.
Estou à dois passos de uma rua sem fim. Estou mesmo é saindo fora de órbita ou fora de mim?



"Então não me conte seus problemas, hoje eu quero paz, eu quero amor."

terça-feira, 11 de maio de 2010

Pra te acompanhar.

Me diz o que é o sossego que eu te mostro alguém afim de te acompanhar, e se o tempo for te levar eu sigo essa hora e pego carona, pra te acompanhar. ♪



Você entrou na minha vida
E eu pensei: "Hey você, sabe que isto pode se tornar algo" (...)



O que seria do meu céu sem você? Os dias, as cores, as flores, e até os amores. Porque até então, nada mais fazia sentido algum.
Me diz o que eu não sei...
Somos iguais até mesmo nas diferenças, e talvez por isso, eu viveria uma vida toda com você.
Você apareceu, veio e foi, mas você volta, eu preciso que você volte muitas vezes e me faça sentir...
Ah, deixe. Você entende, mesmo sem eu dizer.
Seu cheiro, seu gosto, seu rosto... Garoto, o que você fez com aquele coração tão frio?
Dois, um, dois, apenas um feito de dois. Não vamos deixar nada pra depois!
Tudo isso é sentimento, sincero e não é vento, não vai embora com a brisa, ele permanecerá aqui, intacto.
Todos os momentos vividos, não serão esquecidos, eles estão seguros em mim e em você, guardados aonde ninguém além de nós é capaz de ver.
O inexplicavel é interessante para mim, gosto desse "gostar" sem saber, gosto de gostar de você.
Cada coisa no seu tempo, cada sentimento em um momento... Vamos viver tudo o que há pra viver!
E daqui em diante, quero que você lembre sempre, é com você que eu vou estar.
Guardarei os sentimentos nas lembranças, e as palavras de um futuro bom.
Se fecho os olhos, posso ver o seu sorriso e os seus olhos olhando fixamente os meus, posso sentir novamente a sensação do primeiro momento, sentimento, emoção. Nós sabemos, tudo o que aconteceu não tem explicação...
Ver você em todos os lugares- dentro de meus olhos - , te ter em meus sonhos, reviver as lembranças e guardar dentro do meu coração.
Fechar os olhos e sentir, seguir em sempre em frente, me sinto em paz com você por perto. Agora me sinto mais viva...
E eu estou finalmente acreditando.

"Encontrei."

'Porque talvez seja verdade que eu não consiga viver sem você

Talvez dois seja melhor que um
Existe tanto tempo para descobrir o resto da minha vida
E você já me pegou perdida
E estou pensando que dois é melhor que um.'


... Sobra tanta falta!
~ ♥ ~













quinta-feira, 6 de maio de 2010

Os dias, as horas e os segundos.


Mal posso esperar...
Preciso ver você chegar
Te abraçar, te ganhar.
Encontrei...


Ter a certeza de que o hoje é real
E o amanhã não importa
Vamos viver tudo o que há pra viver!
Fecho os olhos e até posso sentir
Você bem aqui, perto de mim...

Passa-tempo-passa
Tic-tac, tic-tac
Uma longa espera, por quem sabe, uma vida toda.




"Preciso ter você aqui, vivendo os mesmos sonhos pra me fazer feliz."

(07/05/2010) especial.

segunda-feira, 3 de maio de 2010

Sempre o mais do mesmo.

O mais do nada.

Falam o tempo todo, mas não tem nada à dizer...
















Ela não sabe mais o que dizer, e nem o que pensar.

"Blah, blah, blah..."
Queria eu, ser surda para aqueles que tanto falam e nada dizem.
Obrigações, responsabilidades, rotina, passos para uma vida comum. Ai como isso me causa tédio. Tédio de graça, aquele que vem e não passa.
Nada parece estar seguro," pisar em ovos se tornou comum" , e aquele que diz não ter medo de nada é dono de mais uma conversa fiada, sem sentido algum.
Ela já não sabe mais escrever, as velhas e sinceras palavras repetidas, por uma causa ganha e outra perdida. Nem se quer se importa mais se alguém vai parar para ler.
Talvez as cores sejam todas P.B, o medo seja um alguém pequeno que cresce na escuridão de nossas almas, a insegurança passou a ser como a falta de confiança e equilíbrio, as vozes não são nada mais que bocas malditas que não calam, mas também não mudam nada, apenas alimentam o tédio de uma vida como a minha.
Ela sempre soube ser feliz, só nunca aprendeu a não ser sentimental.
Droga! Mil vezes droga! Não sei ao certo o que me mata por dentro, apesar do meu sorriso amarelo de todos os dias, algo ainda parece me fugir das mãos...
Eu juro que estou cansada dessas pessoas chatas (para não dizer insuportáveis), que perdem o seu tempo tentando cuidar do meu caminho, fazendo de mim uma pessoa completamente comum.
Eu detesto o comum, o normal, o igual. E tenho dito.
Me deixem em paz, eu sei bem para onde vou e o que devo fazer, sou dona do meu próprio nariz, desde que me conheço por gente.
Não entre no meu caminho sem pedir permissão, não ouse me falar coisas sem que eu pergunte ou queira ouvir, eu sou surda para todos vocês.

"Palavras sábias: Estude, faça faculdade, trabalhe, faça sexo com camisinha, não beba, não fume, namore e case com um homem de bem, construa uma família, e daqui à uns 50 anos seja mais uma velha que é chamada de avó, entediada e esperando o seu fim. Sim, seja normal e tenha uma vida longa."


"Palavras insanas: Viva como quiser, ganhe dinheiro com o que te faz feliz, corra atrás dos seus sonhos, faça sexo com amor, beba para ser feliz, fume para aliviar a dor ou o tédio, ame intensamente, não se case, tenha um companheiro para a vida toda mas seja livre, provoque sorrisos em quem você ama, sorria para a vida, viva o hoje porque o ontem é tarde demais e amanhã está longe. Morra jovem e insana, assim não terá tempo para saber o que é tédio ou infelicidade. Ser feliz é o que importa! "  (Liberdade)
- Tem que viver, valer - viver, tem que viver pra valer! ♫



Preciso ser feliz, e preciso HOJE!

terça-feira, 27 de abril de 2010

Por medo do céu.

O dia em que a cidade apagou.

( Escuridão total na rua. )

A desgraça que você vê na TV também acontecerá um dia com você.
Somos ou nos fazemos de cegos, surdos e mudos?
 Não sei até quando seremos ignorantes e hipócritas à ponto de não nos importamos com o nosso planeta - NOSSO - .
Para quem nunca viu uma desgraça causada pela chuva, fenômenos naturais, fogo, e etc, talvez não entenderá a mensagem que quero passar.
Quem somos nós, humanos, diante da fúria da mãe natureza? Quem são os políticos milionários e corruptos? Bill Gates? Paris Hilton e suas compras em Beverly Hills? (Desgraçados!)
Parem e pensem por um minuto, quem são esses hipócritas diante das desgraças que acontecem no mundo e prejudicam milhões de pessoas que NÃO tem o dinheiro que eles tem, hein?
Não importa, o meu conceito, a minha revolta não mudará o mundo. Mas o que quero que todos saibam, é que eles não são NADA, nada além de "pobres" seres humanos que em um piscar de olhos podem virar pó diante da fúria da natureza. 
Mas a questão é: eles não se importam. Pois se tem o maldito dinheiro para o luxo (lixo) deles, está tudo bem. Volto a dizer, a desgraça que acontece na TV acontecerá um dia com você, isso inclui eles.
A minha revolta acaba aqui, mas continuarei à falar sobre abrir os olhos e cuidar do planeta.
Pois bem, como você pode ver na foto, a cidade apagou, pessoas desesperadas na rua, tentando voltar para suas casas, buscando segurança em meio ao caos, (essa é uma cena futura, quem assistiu o  filme : 2012 sabe bem disso) a falta de energia impediu que as pessoas saíssem de suas casas, e tudo isso é consequência de nossas ações.
O escuro foi a luz para os meus olhos, eu pude ver em meio à escuridão o quanto somos pequenos diante do mundo.


Somos o nada diante do tudo.

(Foto tirada da árvore do meu vizinho ou EX árvore né, logo após a chuva de vento.)

"Me sinto pequena, sou tão frágil, a vida não é mais serena..."

Tudo o que fizermos contra a mãe natureza hoje, nos matará amanhã.
A fúria é incontrolável, não há pra onde correr.
Pare e pense tudo o que já vimos na TV sobre destruição, sofrimento, toda a consequência de nossos atos inpensados, chega! Vamor por um fim nisso, é chegada a hora de mudarmos a nossa direção, os nossos atos e as consequências deles. Caminhe rumo à um mundo melhor!
Cuidar do planeta é preservar a vida humana, pense, reflita, aja. A HORA É AGORA!
Não há mais tempo para desmatamento, queimadas, poluição e tudo mais que fazemos com o nosso planeta. Vamos preservar, cuidar, vamos viver sem medo do amanhã.
Tudo o que temos além de um corpo é a nossa consciência, tranquila ou não.
Mas é impossível possuir uma consciência tranquila em meio ao caos, você sabe disso tão bem quanto eu.


Por medo do céu, entre as nuvens.



"O mundo tornou-se perigoso, porque os homens aprenderam a dominar a natureza antes de se dominarem a si mesmos." (Albert Schweitzer)

"O que é o homem na natureza? Um nada em relação ao infinito, um tudo em relação ao nada, um ponto a meio entre nada e tudo." (Blaise Pascal)

"De modo que não é fácil estabelecer se (a natureza) foi para o homem mais uma boa mãe do que uma madrasta cruel."

domingo, 25 de abril de 2010

Até o último passo.

Você seria o meu último romance.

Estou fria e distante o bastante para não te machucar, sigo sem direção, descalça com os pés no chão, pisando em pedras e cacos, a intenção é ferir, à mim e não à você.
Entenda, eu sou assim, não tenho um porquê, prefiro não me explicar mas você insiste em saber, não fui feita para ser entendida, apenas me sinta, e sinta o que eu sinto por você.
Andei por muitos caminhos, alguns vazios, outros cheio de vida, mas nunca encontrei um caminho como o seu, ele é tão meu, tão eu, você sabe do que estou falando. Eu só quero caminhar com você.
Nada está como deveria ser, não mais, essas coisas ruins acontecem, mas só quando permitimos, e eu lutei muito contra isso, mas parece ser inevitável.
Você me disse: " Até lá muita coisa pode acontecer ", eu discordei, meus sentimentos estavam quentes demais pra concordar com tamanha frieza, mas é como você também disse: realidade e não fantasia. Agora com os pés no chão novamente, eu entendo a realidade e as suas sábias palavras, eu te dou razão e concordo com você. 
Mas devo dizer que, nada me fez tão bem quanto você e o seu coração nesses últimos tempos, a espera dos dias, a esperança de um novo e bom caminho, o futuro...
Caminhar para o futuro, com você, é o que eu mais quero. 
Se você realmente for tão igual à mim quanto dizíamos, você vai entender minhas palavras, mesmo que elas só transmitam sentimentos, pois é exatamente isso que eu preciso fazer você sentir.
E mesmo que nada mude, saiba que as noites mal dormidas, os pensamentos, sorrisos, sonhos, você em mim, tudo foi muito bom e intenso, o momento que durou uma vida toda... Inesquecível!
Eu sei que vivo bem só, talvez até melhor, mas agora eu preciso de você, mais do que nunca... Volta, deixarei aberta a porta, você também sabe onde encontrar.
Eu não te amo, eu não te toco, eu não vejo as cores nos seus olhos, eu vou além disso, eu te sinto. Caminhe até mim, sem pensar duas vezes, eu estou esperando por você.
Ah garoto, sem medos por favor, deixe isso para os fracos, pois eu sei que você é forte.
Faça algo por mim: tente encontrar o caminho de volta. Se você parar agora, eu não mais saberei como encontrar o teu caminho, novamente. Tente, apenas tente!
Eu estarei com você até o último passo.
(...)


"Seja la o que for, é real e reciproco... e isso me faz bem"

O mundo simplismente esquece.

Ame seu coração!

"Nunca deixe seu coração se tornar frio, se isso acontecer, não estará mais vivo e sim apenas respirando..."

Eu me questiono: Como nos permitimos chegar à esse ponto?
O mundo simplesmente esquece das coisas mais valiosas, sentimentos calorosos, sorrisos sinceros, corações humanos e não selvagens, viver intensamente.
Eu digo sim palavras repetidas, são as palavras que nunca são ditas, porquê se alguém entendesse o que eu falo, o mundo seria intenso. Aí entra aquele conceito: "Uma cabeça não muda o mundo!"
Realmente, não muda. O amor muda o mundo, uma cabeça não.
Temos problemas, é, todos reclamamos de algo, o tempo todo, alguém já disse "eu não tenho problemas, sou cem por cento feliz" ? Não acredite, é mentira. Mas eu digo, problemas foram feitos para serem solucionados e não há razão para tanta lamentação.
O mundo tem pressa, as pessoas estão cada dia mais sem rumo, rotina, dor, desamor.
Aonde vocês vão de mãos vazias? Com sentimentos frios? Eu não vivo, você não vive, ninguém mais vive! 
Eu sou tão trágica, oh! Eu sempre soube. Mas dizem que são esses, os intensos, aqueles drogados, bêbados, insanos, não é? Pois bem, é sendo assim que consigo sentir o mundo e não vê-lo, de nada me adianta enxergar, sem o meu coração não verei o que de bom tudo pode vir a ter.
Confesso à vocês senhores, de uns tempos pra cá não sinto nada além de solidão, meu coração sente frio, eu tenho tudo e não sinto nada. Como pude chegar à esse ponto? 
 Mas que diabos eu quero dizer? Quem está me vendo agora? Alguém me sente? Eu só quero a minha paz.
Mundo não me esqueça, eu sou mais uma que ainda tenta sentir, eu sei, eu serei mais uma à morrer sem o prêmio da guerra, ninguém está me vendo, nem eu, longe como estou, como poderia?
Ei, eu vou embora porquê é chegada a hora, mas você pode apostar que eu voltarei, eu sempre volto. E eu me contradigo, SEMPRE, quando eu não mais fizer isso, comece a se preocupar.
Como pude deixar tudo esfriar? Meus sentimentos, meus sonhos, meu olhar... Até o café que me mantém acordada em plena 06:40 AM.
Só o que me resta agora é ter esperança, tudo deve passar. Estou enlouquecendo por tentar aquecer meus sentimentos novamente, eu sei, mas você não sabe.
[...]
 

domingo, 18 de abril de 2010

Sinta, eu sou o vento...

"E tudo o que você não vê."


"Quando sou fraco me chamo brisa, quando sou forte me chamo vento!" (Vinicius de Moraes)

Já não sou mais brisa, alguém mudou a direção do vento, me fez sentir e até ser.
O que sinto é medo, você me causa, mas não sabe. Eu costumava ser aquela que não sorria por alguém e sim para alguém, eu costumava não ser feliz de verdade, até você chegar.
Me diz, por quê tudo muda quando a gente sente? Tente achar as chaves, as respostas, tente me ver da forma que eu quero.
Encontre os meus sinais e saberá exatamente o que sentir!
Preciso ser o vento que te toca, a lua que ilumina os teus sentimentos, e o sentimento que te faz sorrir. Me deixa ser o que sou, como for, me sinta.
Eu sei, parece uma sina, gostar de quem não se tem por perto, mas talvez isso seja o mais certo.
Uma pessoa como eu precisa dessa distância, para manter-me viva, não perder o rumo, encontrar sempre uma saída... Eu sinto, mas também morro.
Não sei se você é brisa, vento, ou destino, só sei que eu gosto tanto de você... Queria te ter, não precisar do medo e saber me expressar, não te amar nunca, eu não quero morrer novamente, o que eu quero é me encontrar em você.
Você não é como sonho humano, você é humano em sonhos - nos meus -, te toco, te beijo, te abraço, te tenho junto à mim, e ao mesmo tempo nada tenho... Você é o fantasma que insiste em perturbar minhas noites, você quer me matar, e sinceramente, eu estou mesmo precisando morrer.
Como é bom sentir, não sou mais tão robótica, aquela velha frase "não sei porquê, mas faço as mesmas coisas todos os dias" não me cai bem, não mais, eu sinto frio, medo, lágrimas, sorriso verdadeiro, coração batendo forte, eu sonho, eu sinto o vento.
Não me ame, não me queira, não me encontre, apenas faça isso valer por uma vida toda!

"Se isso é real eu não sei, mas esse sonho não precisa ter fim, não pra mim. E se eu abrir os olhos você jura não partir?Preciso de você aqui!"

A arte de amar, a cachaça no bar, e a cabeça cansada de pensar!




Silêncio, o coração precisa falar.
O que devemos sentir para encontrarmos a tão desejada felicidade? Amor? Mas será que amar é mesmo tudo?
"Me sinto tão só, e dizem que a solidão é que me cai bem" (Renato Russo)
Talvez seja isso, somos felizes amando, ou até mesmo estando só.
A partir do momento que damos os primeiros passos pra vida, ou seja, sentimos necessidade de estar ao lado de alguém, precisamos de algo a mais, que nos faça ir além, mais além de quê? Eu não tenho essa resposta, só sei que é preciso.
Amar é viver e morrer ao mesmo tempo!
Quem nunca sentiu "borboletas no estômago"? Quem nunca se feriu por tentar viver? Quem nunca sorriu e chorou por alguém?
Quando dependemos de nós mesmos não temos motivo pra chorar, deitar e não conseguir dormir, querer sumir, ou qualquer sensação que temos quando amamos. Não digo que amar seja só sofrer, jamais, o amor é o que nos faz viver e eu direi o porquê.
Nascemos por amor (na maioria dos casos), vivemos por amor (em todos os sentidos), morremos por amor.
É inexplicavél a sensação de "borboletas no estômago", só quem sente sabe, você sorri com ou sem motivo, sonha acordado, suspira, precisa estar perto, sente aquele frio na barriga, seu coração bate mais forte e é por alguém. Amor é felicidade, em doses perigosas.
Toda forma de amor é vida! Mas nem só de amor é feita a vida, temos muito mais à sentir, não podemos nos deixar escravizar pelos sentimentos.
"Quando se aprende a amar o mundo passa a ser seu"
Você viveria ou morreria por amor?
-

Amar é uma arte, viver é um dom.

terça-feira, 13 de abril de 2010

Sweet dreams.

"Sonhar é libertar a alma!"


Sonhe com o impossível, torne real.

Um sonho é mais real do que a nossa realidade, contradigo o significado fictício de sonhar, contradigo porque acredito na realidade dos meus sonhos. Acreditar...
Você acredita nos seus sonhos? Se você quer torná-lo real comece lutando. Sonhar é mágico e simples, o transportar para a realidade é totalmente o contrário.
Não se acostume com o que é comôdo, saia do lugar, use sua força, vontade, desejo, lute pelo seu sonho, e quando não tiver mais forças ou perder a razão, lute ainda mais, pois só quem sonha consegue alcançar.
Fugir da realidade é necessário muitas vezes na vida, para que possamos encontrar a nossa paz interior e esquecer o caos em que vivemos.

Sonhar é ser e não viver.




quinta-feira, 8 de abril de 2010

Pranto.


Deixa que eu chore o meu pranto em paz


Meu grito de vida
Engasgado na garganta
Meu leito de morte
Ou a ultima esperança
As mãos calejadas
Sem rumo
Lágrimas presas na garganta
Não posso sentir...
Nada!

Ecoa a minha dor
Me procura
Antes que tudo tenha se perdido
Me encontra
Ainda tenho sentimentos vivos
Não posso arriscar...
é morrer ou matar!

Se nada satisfaz
O que ainda faço presa ao chão?
Já não encontro minha paz
As vezes parece que tudo
Se faz em vão
Se você me deixar cair
Eu não terei mais chance
é morrer ou matar
(meu coração)

Gritos presos na garganta
Lágrimas de sangue
Agora chore o pranto da santa
Que você matou
Por não saber a hora certa
De salva-la...


Não transpareça
O que ninguém seria capaz de ver
Vida que não quer viver
Não quer viver, não viver...

Te encontrar.


Disseram que eu te encontraria, talvez em uma esquina

Sem rumo e sem alguém
Talvez seja verdade,
Mas eu nem sai de casa essa noite, meu bem
Então me diz
Como posso te ter?
Se nem ao menos
Estive lá pra te ver


Isso é pra quando você
Não confia no destino
Mas ainda pensa
Que pode ser feliz
Sem ao menos
Arriscar
Tentar ouvir
O que aquele cara diz
A felicidade é pra quem sabe encontrar


Já me cansei
de tanto procurar
O que sei que não é pra mim
Talvez fosse facil
Suportar
Esse tédio que parece não ter fim
Mas chega uma hora
Em que tudo que demora
Se torna tão fragil
Eu não sei dizer se devo ou não
Tentar denovo ou viver esse fracasso...


Essa noite eu vou sair
Mas é só pra te encontrar
Meu bem, esteja lá
À me esperar...
Dessa eu vez, eu vou confiar
(Em você)

Leiam isso como canção. Dica!

domingo, 4 de abril de 2010

Um coração que não divide com ninguém.


"Moça bonita do sorriso aberto, porque és tão só?"

Já fui todos, e quase nunca eu. Solidão, que coisa é essa? Quem precisa disso? Eu preciso!
Pensei que nunca precisaria, mas como sempre, eu me enganei.
Eu brindo os amigos, a vida, os sorrisos alheios, mas tudo passa, tudo tem um fim, eu aprendi. Sendo assim, prefiro cuidar de mim e apenas viver.
Eu não sou solidão, sou solitude!
A vida te "come" cada dia mais, as pessoas te sugam, e os sentimentos te matam. Esse é o lado negativo, que te faz querer ser só, essa é a defesa do nosso coração, para a sobrevivência da alma.
Me veja como sou e não verá solidão alguma, minha vida não é como eu queria que fosse, quisera eu ser tão fria assim, raros são aqueles que vêem além.
Não deixo de acreditar na vida, de sorrir, de precisar de calor humano, de ser "todos e tudo", não perco a minha essência. Mas meu santo está cansado e sem paciência, o mundo "tá" complicado e a tendência é só piorar.
Pessoas, vida, tempo, corações, atitudes, momentos, rotina, pensamentos, sentimentos...
Eu sou louca porque vivo. Fazer parte do caos sem se ferir é impossível, há sempre uma forma de desviar, se defender, e essa é a minha.
Estou sempre no mundo da lua, inspirando solitude, expressando amor, vivendo o tudo e sendo o nada.
A moça bonita do sorriso aberto é dona de um coração que não divide com ninguém...

"E agora você sabe muito bem o porquê."

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Música é a magia da vida!

Esse post é pessoal galera, é uma homenagem à um amigo meu que foi embora, mas antes fizemos uma despedida à altura, o cara merece! Badauí vai deixar saudades!



Ciúmes do tamanho do planeta - 2ois
Por: Badauí e Lua

segunda-feira, 29 de março de 2010

3 pedras e um caminho.


"Lágrimas não fazem efeito algum quando tudo depende da força"

O começo da estrada.

15 anos, nada de responsabilidades, tudo de malandragem. Seria uma menina se escondendo em um
escudo de garoto, ou uma mulher se escondendo em uma menina?

A rua me chamou, a vida me chamou, aquele skate me chamou. Gritos, gritos ensurdecedores, e eu era a única capaz de calar. Vesti minha armadura e parti pra batalha!
A sensação era de liberdade, a brisa daquela noite me envolvia e me fazia acreditar mais em mim.
Não sei por qual razão, por um momento eu pensei sobre como seria cair e tentar levantar. Tentar é um
bom começo, sempre! Mas falar é fácil né?
Deixei a rua me levar, a vida me guiar, e aquele skate me derrubar.
Particularmente, desafio à mim mesma muitas vezes, para provar o que eu nunca entendi, para quem nunca seria capaz de ver.
Por muitas vezes na vida a gente passa grandes desafios, se lhe cair melhor no entendimento: pedras no caminho. Algumas a gente chuta, outras a gente tropeça.
Mas existem 3 pedras que são capazes de nos fazer desistir:
 O desafio, o medo e as lágrimas.
Permita-me dizer que, não é o tombo que dói e sim a sensação de fracasso.
Você que está lendo deve estar se perguntando o porquê da rua, da vida e do skate né?Pois bem, eu
explico.
O desafio era uma rampa, que vista de um certo ângulo não parecia ser perigosa, mas era. Confesso
que por algum tempo o medo me faz companhia, mas eu o mandei embora, eu precisava provar para
mim mesma que eu era capaz. A coragem bateu à minha porta, e eu fui, com aquela sensação de
liberdade e capacidade, mas o medo voltou, fazendo com que eu caísse. (E nesse momento eu pensei
em desistir de ser quem eu era, e lutar por tudo que eu amo, no momento em que eu caí eu desejei
nunca mais levantar.) Bati a cabeça com força no chão, a dor era tamanha que me fez chorar e perder
o sentido. Cada lágrima que rolava no meu rosto era como se a capacidade estivesse indo embora, me
dizendo Adeus, porque talvez eu não era boa o suficiente. E o meu maior medo era de nunca ser...
Cair, perder, fracassar... Tanto faz, é algo que nos revolta e nos desequilibra, é perigoso!
Por cerca de uns 40 minutos eu fiquei em silêncio, tentando não deixar as lágrimas vencerem a minha força, o fracasso não doer mais do que os machucados que o tombo me causara, mas parecia incontrolável.
As lagrimas rolavam sem que eu quisesse, os pensamentos negativos dominavam a minha mente, e a minha força parecia cada vez menor.
Permaneci dessa forma por um tempo, gritando por dentro até aliviar.
E eu tirei uma grande aprendizado dessa experiência: A única coisa capaz de te levantar é a sua própria força!
Essa não foi a primeira vez que eu caí de skate, mas foi a única que me mostrou algo positivo diante de tal situação, tão negativa por sinal.
É preciso ter força, levantar a cabeça, seguir em frente e ir sempre mais além! Não desista nunca, tente sempre.
Os machucados continuam em mim, a sensação de fracasso também, mas a capacidade e a força são muito maiores. Eu não provei que sou capaz, mas provei da minha coragem.
Nos longos caminhos da vida em muitas pedras ei de tropeçar, mas levantarei quantas vezes for preciso para que eu possa dizer à mim mesma: EU SOU CAPAZ!

"Comece a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança."

28/03/2010