domingo, 22 de agosto de 2010

E não há escuridão que ofusque o brilho de uma lua...


Por mais que estivesse em noites escuras, e sem as estrelas para brilhar junto dela, no fundo, sempre soube que brilhava com ou sem estrelas ou um céu mais claro. Mesmo se o sol não mais aparecesse, mesmo sem o eclipse, apesar de tudo, ela sempre estaria ali, intacta, com seus mistérios e sua solidão, com o seu brilho e o seu encanto, esperando por noites melhores.

Essa é a lua e suas eternas fases. Esta sou eu.

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Uma hora vai passar.





Te vejo errando e isso não é pecado,
Exceto quando faz outra pessoa sangrar
Te vejo sonhando e isso dá medo
Perdido num mundo que não dá pra entrar
Você está saindo da minha vida
E parece que vai demorar
Se não souber voltar ao menos mande notícias
Cê acha que eu sou louca
Mas tudo vai se encaixar
Tô aproveitando cada segundo
Antes que isso aqui vire uma tragédia
E não adianta nem me procurar
Em outros timbres, outros risos
Eu estava aqui o tempo todo
Só você não viu.

... Eu não ficaria bem na sua estante!