sábado, 3 de julho de 2010

O que a gente pensa da vida quando não se sente mais viva?

Sinto que preciso...

Preciso urgentemente encontrar um novo rumo e seguir em frente, ou seguir talvez já não seja mais suficiente, é preciso correr atrás, lutar por aquilo que se quer, mas como? Eu só sei falar...
Estou me sentindo morta, uma morta viva, uma pessoa que morreu em vida. Cadê a saída?
Passo dias e dias pensando muito e agindo pouco, eu sou de falar não sou de fazer, eu sou de confiar e sou de sofrer, eu sou feita para amar e não para entender...
Em algum momento, acho que me perdi, e nem sei mais quem sou, onde estou, pra onde vou.
Preciso me encontrar, não o meu eu de outro mundo, o eu gente, bicho-homem.
Ver o céu, passar horas estudando, trabalhando, me ocupando com algo que me leve para algum lugar. Quero o meu futuro com 16 anos, eu quero agora.
E eu continuo pensando: estou com muita pressa ou já é chegada à hora?
" - Ei! Estou precisando de alguém.
   - Mas você tem à mim.
   - É a mesma coisa que não ter ninguém.
   - Então você não está precisando de alguém, mas sim, de você mesma.
   - Talvez. Sinto que preciso, preciso urgentemente de um cigarro. "


O valor da vida, o preço do mundo. Viva agora, amanhã será tarde demais!

"Os anjos morrem cedo, eu espero que você saiba disso."

Um comentário:

  1. Lindo texto.. cheio de sentimento.. transbordou de agonia.
    Talvez seja a hora de inventar uma rota qualquer, apontar sem querer nada pro céu e seguir em frente, sem ter exatamente um norte. O futuro chega, com certeza, nos é dado de presente!
    Beijo!

    ResponderExcluir

Faço os meus textos esperando reconhecimento, assim como todos que também tem um blog. Sem ser grosseira, se não for ler NÃO COMENTE! Estamos aqui para expor nossas idéias e eu tenho as mesmas intenções que você. Favor respeitar a regra (: Obrigada!