segunda-feira, 3 de maio de 2010

Sempre o mais do mesmo.

O mais do nada.

Falam o tempo todo, mas não tem nada à dizer...
















Ela não sabe mais o que dizer, e nem o que pensar.

"Blah, blah, blah..."
Queria eu, ser surda para aqueles que tanto falam e nada dizem.
Obrigações, responsabilidades, rotina, passos para uma vida comum. Ai como isso me causa tédio. Tédio de graça, aquele que vem e não passa.
Nada parece estar seguro," pisar em ovos se tornou comum" , e aquele que diz não ter medo de nada é dono de mais uma conversa fiada, sem sentido algum.
Ela já não sabe mais escrever, as velhas e sinceras palavras repetidas, por uma causa ganha e outra perdida. Nem se quer se importa mais se alguém vai parar para ler.
Talvez as cores sejam todas P.B, o medo seja um alguém pequeno que cresce na escuridão de nossas almas, a insegurança passou a ser como a falta de confiança e equilíbrio, as vozes não são nada mais que bocas malditas que não calam, mas também não mudam nada, apenas alimentam o tédio de uma vida como a minha.
Ela sempre soube ser feliz, só nunca aprendeu a não ser sentimental.
Droga! Mil vezes droga! Não sei ao certo o que me mata por dentro, apesar do meu sorriso amarelo de todos os dias, algo ainda parece me fugir das mãos...
Eu juro que estou cansada dessas pessoas chatas (para não dizer insuportáveis), que perdem o seu tempo tentando cuidar do meu caminho, fazendo de mim uma pessoa completamente comum.
Eu detesto o comum, o normal, o igual. E tenho dito.
Me deixem em paz, eu sei bem para onde vou e o que devo fazer, sou dona do meu próprio nariz, desde que me conheço por gente.
Não entre no meu caminho sem pedir permissão, não ouse me falar coisas sem que eu pergunte ou queira ouvir, eu sou surda para todos vocês.

"Palavras sábias: Estude, faça faculdade, trabalhe, faça sexo com camisinha, não beba, não fume, namore e case com um homem de bem, construa uma família, e daqui à uns 50 anos seja mais uma velha que é chamada de avó, entediada e esperando o seu fim. Sim, seja normal e tenha uma vida longa."


"Palavras insanas: Viva como quiser, ganhe dinheiro com o que te faz feliz, corra atrás dos seus sonhos, faça sexo com amor, beba para ser feliz, fume para aliviar a dor ou o tédio, ame intensamente, não se case, tenha um companheiro para a vida toda mas seja livre, provoque sorrisos em quem você ama, sorria para a vida, viva o hoje porque o ontem é tarde demais e amanhã está longe. Morra jovem e insana, assim não terá tempo para saber o que é tédio ou infelicidade. Ser feliz é o que importa! "  (Liberdade)
- Tem que viver, valer - viver, tem que viver pra valer! ♫



Preciso ser feliz, e preciso HOJE!

10 comentários:

  1. aí céeeus, que post incrivel! Um verdadeiro tapa na cara de qualquer um. Existem pessoas tão imbecis capazes de querer nos manipular e às vezes agente acaba vivendo uma vida que não é nossa! Eu digo sim à liberdade e sim a MINHA VIDA! e dela, assim como você, cuido eu! Sem querer ser egoista, apenas independente! =}}
    AMEI♥

    ResponderExcluir
  2. bem profundo
    e concordo com tudo que vc disse
    vc tem viver bastante, mais para viver tem q aproveitar, caso contrario vc sera um vivo morto.

    ResponderExcluir
  3. Viver e aproveitar, sempre... como tomás disse, para não viver uma vida morta. Adorei o texto.

    ResponderExcluir
  4. o medo seja um alguém pequeno que cresce na escuridão de nossas almas,

    Profundo !'

    ResponderExcluir
  5. Textos lindos, textos magnificos, forças maestras e poeticamente bem traçadas...

    ResponderExcluir
  6. Oi flor,

    Q texto mágico,AMEI!!!
    Tomara q meu filho tenho esses pensamentos...
    palavras sábias,palavras insanas...é isso mesmo.
    Ahhhh...obrigado pelo mamãe bonita,e sou blogueira sim rs...


    Beijocas!

    ResponderExcluir
  7. O igual é tão normal que chega a ser intediante. Adorei o post principalmente a ultima passagem do texto
    vou te seguir :)

    http://futurismologa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Sabe o que seu artigo me lembrou? Uma música antiga da Legião Urbana. Ouça Sereníssima e acredito que vai concordar comigo. Olha, sinceramente, tem coisa mais entediante do que a normalidade? Como disse o Renato: "Consegui meu equilíbrio cortejando a insanidade". Essa frase até é minha assinatura de email. Desculpem-me os tradicionais de plantão, mas não quero ser normal, não me importo com o que vocês pensam ou julgam ser o melhor pra minha vida, ou pra vida de ninguém. O importante é ser feliz e não tem porque esperar!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo seu blogger, gostei muito, ser você quiser me visita no meu blogger tem bastante coisa legal, tem game para meninas, do game isa tkm jogos, moranguinha jogos, relógio e calendário com sua foto, album foto, desenho anime, poema, poesia, frases, musica, radio, msn nick, mario bros, mapa do google, cria texto avatar, curso de inglês, japonês, italiano, hebraico, chinês, bbb10, torpedo grátis, etc...

    http://bloglegalnovo.blogspot.com

    Espero que você seja meu seguidor

    ResponderExcluir
  10. Olha quer saber? Eu concordo com você. Odeio amores de demagogo. Daqueles que dá náuseas de escutar falar sobre. Tem mais é que viver mesmo. Nada de ficar junto mesmo tendo terminado o casamento por causa dos filhos. Puta babaquisse. Gritar se sentir vontade, Correr se sentir verdade e amar se sentir saudade. Viver a vida mesmo. Sem pleonasmo ou rebeldia. Viver é a palavra de ordem. Beijos.

    ResponderExcluir

Faço os meus textos esperando reconhecimento, assim como todos que também tem um blog. Sem ser grosseira, se não for ler NÃO COMENTE! Estamos aqui para expor nossas idéias e eu tenho as mesmas intenções que você. Favor respeitar a regra (: Obrigada!